Animais

Pandinha: minha gata-panda

Olá pessoal!

Em complemento ao post anterior sobre animais, hoje eu vou falar a respeito da minha gata, a Pandinha.

Tudo começou em abril de 2014. Uma gatinha preta e branca apareceu nos fundos do quintal da minha casa. Ela ficava um pouco no quintal e depois ia embora. Isso se repetiu por vários dias, até que minha mãe começou a conversar com ela de longe (minha mãe dentro de casa, e a gatinha no quintal), chamando-a para vir mais perto de casa.

A gata era arisca e foi se aproximando aos poucos: primeiro ela saía dos fundos do quintal e chegava mais perto de casa; depois começava a ficar em cima de um muro do quintal; depois pulava pelos muros e ia andando até chegar à porta da cozinha de casa (ela parava em cima do muro em frente da cozinha); depois ela começou a descer do muro e a ficar sentadinha na porta da cozinha só olhando para dentro de casa. Incrível como ela não entrava em casa, mesmo a porta estando aberta.

1395902_720124728010037_7227732516698209490_n
Primeira foto que tirei da Pandinha (abril/2014)

Até que em um belo dia ela resolveu colocar as patinhas dentro de casa. Ela foi se aventurando aos poucos: primeiro ela ficava apenas na cozinha e por pouco tempo, e logo ia para o quintal de novo. Depois ela visitava também o cômodo ao lado da cozinha. E assim foi até ela conhecer todos os cômodos e moradores da casa.

Uns dias depois descobrimos que a gata havia sido abandonada na rua de casa. Após isso ela virou oficialmente a nova moradora da casa e o mais novo membro da família.

Então chegou a hora de escolhermos um nome para a gata (verificamos e realmente era uma menina hehe). Como ela é preta e branca, e tanto eu quanto minha mãe adoramos pandas, escolhemos o nome de Panda (Pandinha para os íntimos).

Depois chegou a hora de verificar as vacinas, a castração e os remédios (contra pulgas, vermes, etc.), e comprar ração, caixa para transporte, liteira e sílica para a Pandinha fazer suas necessidades.

Aos poucos fomos adaptando nossa casa e comprando mimos para a Pandinha: brinquedos e mais brinquedos, casinha, caminha, etc.

Eu e minha família nunca havíamos tido um pet antes, então essa primeira experiência foi (e continua sendo) ainda mais incrível para nós.

10636249_827168673972308_3018514761077416975_n
Logo após o primeiro banho da Pandinha

O processo de adaptação da Pandinha em nossa casa foi demorado, mas não impossível. Ela era muito assustada e arisca, não podíamos nos aproximar dela que ela já saía correndo e se escondia.

No começo a deixávamos livre para ficar em casa e ir para fora quando quisesse. Aos poucos ela foi acostumando a ficar cada vez mais tempo dentro de casa, e hoje é muito difícil ela ir para fora (o máximo que ela vai é na garagem de casa, mas às vezes quando estamos do lado de fora da casa ela insiste em ir para calçada e tenta atravessar a rua – mas nada que uma chamada de atenção não ajude, e ela já entra correndo para a casa).

26-10-2015

Hoje ela é a dona do pedaço, o maior xodó de todos de casa. Apesar dela não gostar quando a gente a carrega (ela pula no chão rapidinho), ela adora deitar em nossos colos, principalmente quando estamos de calça jeans. Sim, ela adora calça jeans! Eu não posso estar de jeans que ela já vem correndo deitar no meu colo hehe

Ela brinca com a gente; dorme em nossas camas (na maioria das vezes dorme com meus pais na cama deles, mas às vezes também dorme comigo na minha cama); é super carinhosa e não gosta de ficar sozinha (fica sempre atrás da gente – isso é, quando ela não está dormindo hehe). Ela continua sendo assustada e arisca com quem ela não conhece, mas conosco ela é um amorzinho. Ah, e ela quer exclusividade. Já apareceram outros gatos em casa e ela colocou todos para correr… Nesse sentido ela é “brabona” e quer ser filha única 😛

Além de tudo, ela tem uma marca registrada: um bigodinho preto! É ou não é uma gracinha?
10-01-2016 003
Para concluir, posso dizer que a Pandinha trouxe (e continua trazendo) muita alegria, brincadeira, compaixão e carinho nesses mais de dois anos que ela está em casa.

Adotar um animal é maravilhoso. Sua vida nunca mais será a mesma após a adoção; será muito mais cheia de alegria e amor. Eu sou a prova viva disso.

Lambeijos da Pandinha! ❤

OBS.: Pandinha quer ler os comentários de vocês… não a deixem esperando! 🙂

11880425_972274279461746_233463676939876519_n
Pandinha aguardando os comentários de vocês

 

 

Anúncios

4 comentários em “Pandinha: minha gata-panda

  1. Que legal saber a história da Pandinha!
    Olha que mimada dentro da cestinha! O melhor de tudo é ela lendo os comentários, então pandinha olha o meu aqui kkkk
    Muito bom que ela tenha uma familia e vocês ganharam mais um membro, impossivel descrever como realmente amamos esses pequenos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Lu, a Pandinha leu seu comentário e adorou! Ela está mandando lambeijos pra você! hahaha
      Animais são tudo de bom! Realmente é impossível descrever como os amamos e como eles são importantes para nós ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s