Estados Unidos · Viagem

Minha viagem para a Disney/Florida: Opinião Pessoal

No post de hoje vou compartilhar com vocês minha opinião pessoal a respeito da viagem para a Disney/Florida: da Disney em si, dos parques, do hotel que eu fiquei, da CVC, do guia turístico, etc.

Vamos lá!

Disney-World-in-Orlando-Florida-2

Minha viagem foi de 11 dias e foi dividida da seguinte maneira:
– Um dia para cada parque (8 parques em 8 dias);
– Um dia livre em Orlando;
– Dois dias praticamente “perdidos” com a viagem de ida e volta.

Dá vontade de ficar dias explorando cada parque, mas no geral 11 dias foram suficientes e na medida certa. Foi cansativo, já que eu passava o dia todo e todos os dias andando de lá para cá nos parques (e à noite eu capotava)… Mas é assim mesmo, vale super a pena e no final não me arrependo nem um pouco.

Eu fui com minha mãe, meu irmão e minha cunhada. Durante as partes com o guia turístico grande parte dos viajantes se interagia e fazia companhia uns para os outros… Todos fascinados com os parques e trocando ideias hehe. Então não tenha receio em viajar sozinho. Viajar sempre vale a pena, seja sozinho ou acompanhado.

DISNEY + PARQUES (Magic Kingdom, Epcot, Animal Kingdom, Hollywood Studios)
O lugar onde os sonhos se tornam realidade. Esse slogan realmente faz jus a Disney.
É incrível como esquecemos todos nossos problemas de gente grande e voltamos a ser crianças quando estamos na Disney. É maravilhosa a sensação de estar nos parques, de ver os famosos castelos e os personagens, de ir nas atrações…

Os parques recebem inúmeros visitantes por dia, e mesmo assim são limpíssimos. Não encontrei um papel jogado no chão em nenhum parque.
Há uma música de fundo em todas as partes dos parques: não importa onde você esteja, você sempre será movida ao som de alguma canção da Disney.
Os funcionários liberam um aroma de comida (geralmente algo doce, como chocolate e pipoca doce) que é exalado dos bueiros (sim, dos bueiros!) dos parques próximo ao horário de almoço, café da tarde e janta. Essa é uma estratégia dos funcionários para deixar os visitantes com mais fome e comprarem os comes e bebes dos parques. E o cheiro é realmente maravilhoso! Bem espertos, não?

Adorei todos os parques, mas o meu preferido foi o Epcot. Sou apaixonada pela cultura e pela diversidade dos países, e fiquei fascinada com o tanto de detalhes que o parque apresenta em relação a 11 países diferentes. Só para ter uma ideia eu dei duas voltas completas no parque, sendo que o Epcot possui 1,2 milhão de metros quadrados! Comprei um passaporte do Epcot, que contém adesivos dos países representados pelo parque e que podemos colher uma mensagem + assinatura da pessoa representante de cada país. Fui à loucura com isso! Visitei os pavilhões de todos os países, fui à procura dos representantes e consegui assinatura de todos eles. Cada representante deixava uma mensagem na língua oficial de seu país, o que tornou essa experiência ainda mais interessante.

DEMAIS PARQUES (Universal Studios, Island of Adventures, Sea World, Discovery Cove)
Gostei bastante de todos os parques, não consigo escolher qual gostei mais e qual gostei menos.

O Universal Studios foi o primeiro parque que visitei, então tudo foi mais que novidade para mim. Fiquei fascinada. Adorei também o The Wizarding World of Harry Potter no Island of Adventures. A atração é muito real, nos faz sentir realmente dentro do filme: castelos, quadros na parede, Beco Diagonal, etc. Tinha também um “brinquedo” que simula o voo da vassoura utilizada nos jogos de Quadribol. Confesso que eu achava que eu ia ficaria parada e teria uma atração em nãoseiquantosD para simular o voo, mas não, sentei em uma fileira com mais 3 pessoas e o negócio andava, girava e virava de um lado para o outro! Eu passo mal e fico grogue em brinquedos radicais, que giram muito, ficam de ponta-cabeça e nas alturas, então eu nunca vou neles. Mas nesse simulador de voo eu não tive escolha, eu já estava lá dentro mesmo e fui. Somem isso ao fato de eu ter me contorcido para conseguir deixar meu chinelo nos pés para ele não cair no meio do nada e eu perder + ter que ficar segurando a câmera no meu braço esquerdo o tempo todo + segurar a barra protetora do brinquedo apenas com uma mão o tempo todo. Enfim, a atração é bem tranquila se comparada a tantas outras radicais que existem por aí, mas mesmo assim saí de lá enjoada e atordoada. Mas pelo menos passou logo e consegui aproveitar o restante do dia.

O Sea World e o Discovery Cove são parques ótimos para interagir com os animais. O Discovery Cove foi um sonho pois consegui interagir com os golfinhos: abraçar, beijar e nadar com eles, além de conhecer inúmeros detalhes sobre a vida deles. Eu gostei bastante e não me arrependo, mas se fosse hoje eu não iria visitá-los exatamente por conta das atrações com os animais em cativeiro.

HOTEL
Fiquei no hotel Rosen Inn e não tenho do que reclamar. O hotel é bem grande e possui vários blocos, além de um vasto café da manhã, lojas de souvenir e “mini mercados” que vendem de tudo um pouco. O quarto era excelente, com ar condicionado e cama super confortável.

Vale ressaltar que esse hotel fica fora do complexo Disney, na International Drive, a principal e mais tradicional avenida de Orlando. Não optei por um hotel dentro do complexo Disney pois era muito mais caro e eu queria conhecer um pouco de Orlando fora da Disney também.

AGÊNCIA DE TURISMO – CVC
Foi a primeira vez que viajei com a CVC, e desde então a grande maioria das minhas viagens são feitas com a CVC.

Comprei na CVC o pacote completo de viagem à Disney: passagem aérea ida e volta, traslado aeroporto/hotel/aeroporto, hotel com café da manhã, transporte hotel/parques/hotel, ingressos dos parques e guia turístico nos parques. Tudo correu bem e não tenho do que reclamar. O atendimento foi ótimo, e a CVC esclareceu diversas dúvidas que tive antes e durante a viagem.

Muitos preferem comprar tudo por conta própria porque a compra através de agências de turismo acaba ficando mais cara. Em partes isso é verdade, mas não podemos generalizar. Muitas vezes as agências conseguem preços mais vantajosos, principalmente para pacotes grandes (como esse da Disney que eu comprei), o que acaba compensando no valor e trazendo mais segurança e comodidade para os viajantes. Mas é claro que a preferência e a decisão variam de pessoa para pessoa.

GUIA TURÍSTICO
Assim como a agência de turismo, o guia turístico também é um tópico polêmico: alguns amam, outros odeiam.

Como eu disse anteriormente, o pacote que comprei na CVC incluía o serviço de guia turístico todos os dias em todos os parques, e não me arrependo de ter contratado esse serviço (ainda mais por ter sido minha primeira viagem internacional).

A guia (era mulher) começava a acompanhar os visitantes no lobby do hotel. Todos os dias tínhamos um horário certo para nos encontrar no lobby, e então íamos de ônibus até os parques. A parte da manhã era destinada a passeios pelos parques junto com a guia e os demais visitantes (que também haviam contratado o pacote). A guia ia junto conosco nas principais atrações e nos explicava detalhes de cada uma delas e dos parques em geral. Além disso ela possuía ingressos chamados FastPass (o “fura-fila” da Disney), que permitem reservar o acesso para atrações com antecedência e sem custo adicional. Com o cartão de FastPass em mãos era só apresentá-lo na entrada de cada atração, sem a necessidade de ficar esperando na fila. Às vezes tinham outras pessoas na nossa frente, mas a espera era mínima. O período da tarde era livre: podíamos andar pelo parque e visitar todas as partes do parque por conta própria. Ao fim do dia tínhamos horário e lugar marcados para nos encontrar com a guia e voltarmos ao hotel. Às vezes ficávamos nos parques até a noite (principalmente Magic Kingdom e Epcot, que possuem shows noturnos) e voltávamos direto para o hotel. Outras vezes ficávamos somente até a parte da tarde, íamos para algum Outlet e depois voltávamos para o hotel.

Enfim, gostei bastante do serviço de guia turístico, e super recomendo para aqueles que não estão acostumados a viajar por conta própria e preferem mais segurança e comodidade.

É isso. Espero que tenham gostado deste e dos outros dois posts (aqui e aqui) a respeito da minha viagem para a Disney.
Não deixem de me falar caso tenham qualquer dúvida, comentário, pergunta, sugestão e/ou crítica.
Até a próxima! 🙂

Anúncios

4 comentários em “Minha viagem para a Disney/Florida: Opinião Pessoal

  1. Adorei a série de posts sobre a Disney, meu sonho é conhecer esse lugar desde pequena, espero poder realizar isso em breve.
    Desculpa se você citou em algum dos posts e eu não estou lembrada, mas sua viagem foi de quantos dias? Achou o suficiente? E você foi com alguém conhecido ou sua companhia foi o pessoal da CVC mesmo?

    Curtido por 1 pessoa

    1. Vou ficar torcendo para que você realize esse sonho *-*
      Minha viagem foi de 11 dias: um dia para cada parque (8 parques em 8 dias), um dia livre, e dois dias praticamente “perdidos” com viagem de ida e volta.
      Tem parques que dá vontade de ficar dias explorando, mas no geral 11 dias foram suficientes sim. Foi cansativo, já que eu passava o dia todo, todos os dias andando de lá para cá nos parques, e à noite eu capotava haha… Mas é assim mesmo, vale super a pena e no final você não vai se arrepender.
      Eu fui com minha mãe, meu irmão e minha cunhada. Durante as partes com a guia todo mundo da CVC fazia companhia para todo mundo… todos fascinados com os parques e trocando ideias hehe
      Vou editar o post e acrescentar essas informações também 🙂

      Curtido por 1 pessoa

  2. Gostej muito de saber os detalhes da CVC, porque justamente parece ser mais caro e tem a questão do guia… Nessa do guia o que achou dos horários de volta? Por exemplo esses da tarde, dava tempo de curto bastante as atrações mesmo estando com o fast pass?

    Curtido por 1 pessoa

    1. Os horários de volta eram bons, Lu. Alguns parques não tinham atrações noturnas, então a gente ia embora no fim da tarde. Já outros ficávamos até de noitão (no dia que fomos ao Magic Kingdom voltamos para o hotel era mais de meia noite). Foi cansativo, mas valeu super a pena.
      No geral deu para aproveitar bastante, mesmo sendo impossível conseguir visitar todas as atrações em apenas um dia. De manhã íamos nas principais, e à tarde fazíamos o que queríamos: podíamos ir novamente em atrações que já havíamos ido, ou ir em outras, ou simplesmente andar sem rumo pelo parques… Eu gostei bastante 🙂

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s