Leitura

Book Club: TAG 12 Meses na Estante

Olá pessoal!

Estou participando de um grupo chamado Book Club, que reúne blogueiras que são apaixonadas por livros.
A TAG para blogagem coletiva escolhida para este mês foi “12 meses na estante”, que consiste basicamente em relacionar um livro presente em nossa estante para cada um dos 12 meses do ano de acordo com suas características.
Vamos lá?!

book club

1. JANEIRO – O mês que inicia um ano novo: Um livro com uma citação que você goste.
o mundo de sofia
O Mundo de Sofia – Jostein Gaarder
“O que se perde é infinitamente menor do que aquilo que se ganha. Você se perde nesta forma que você tem agora, mas ao mesmo tempo compreende que você é algo infinitamente maior. Você é o universo inteiro.”

Às vésperas de seu aniversário de quinze anos, Sofia Amundsen começa a receber bilhetes e cartões postais bastante estranhos. Os bilhetes são anônimos e perguntam a Sofia quem é ela e de onde vem o mundo em que vivemos. Os postais foram mandados do Líbano, por um major desconhecido, para uma tal de Hilde Knag, jovem que Sofia igualmente desconhece.
De capítulo em capítulo, de “lição” em “lição”, o leitor é convidado a trilhar toda a história da filosofia ocidental (dos pré-socráticos aos pós-modernos ), ao mesmo tempo em que se vê envolvido por uma intrigante história que toma um rumo surpreendente.

2. FEVEREIRO – Mês do Carnaval: O livro com a capa mais colorida da sua estante.
O Diário de Débora

O Diário de Débora – Liliane Prata
O livro ‘O Diário de Débora’ é o diário de uma garota de quinze anos. Débora é uma adolescente típica, que um dia gosta de um menino, no outro o odeia, tinge o cabelo de loiro e se arrepende, acha que o mundo está contra ela, inventa uma coisa diferente a cada dia e cisma que tem celulite. Com uma linguagem leve e coloquial, o livro aborda questões da adolescência de forma descontraída e bem-humorada.

Faz MUITO tempo que li esse livro, eu ainda era uma adolescente que adorava esses tipos de livros com temas para adolescência (e Capricho), então relevem. É o livro com a capa mais colorida da minha estante.

3. MARÇO – Dia Internacional da Mulher: Um livro que tenha uma mulher como capa e como autora.
razão e sensibilidade

Razão e Sensibilidade – Jane Austen
Este romance concentra sua narrativa nas tramas de amor e desilusão em que duas irmãs inglesas (Elinor e Marianne Dashwood) se envolvem quando chega a idade do casamento. À procura do amor verdadeiro, as filhas órfãs de uma família pertencente à pequena nobreza enfrentam o mundo repleto de interesses e intrigas da alta aristocracia. Marianne e Elinor representam polos opostos do universo ético de Austen: Enquanto Marianne é romântica, musical e espontânea (sensibilidade), Elinor é sensata, movida à prudência e ao decoro (razão).

4. ABRIL – Em abril, águas mil: Encontre na sua estante o último livro que te fez chorar.
a teoria de tudo
A Teoria de Tudo – Jane Hawking
A história de Stephen Hawking é contada pela luz da genialidade e do amor que não vê obstáculos. Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é pelo menos diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos, entre eles aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade, Stephen.

Sou fã do Stephen Hawking, e para mim foi muito emocionante conhecer detalhes da vida dele e de toda a família. Chorei em várias partes do livro.

5. MAIO – Mês das mães: Um livro com enredo sobre família.
romeu e julieta

Romeu e Julieta – William Shakespeare
Em Verona, na Itália, por volta de 1600, a rivalidade entre os Montecchios e os Capuletos acentua-se e os conflitos estendem-se a parentes e criados, apesar do apelo do príncipe pela paz. Num baile de máscaras na casa dos Capuletos, Romeu Montecchio conhece Julieta Capuleto .A paixão é mútua e instantânea. Ao descobrir que pertencem a familias inimigas, os dois se desesperam. Resolvem casar-se secretamente, com a cumplicidade de frei Lourenço. No entanto, o destino desse amor seria trágico.

6. JUNHO – Mês dos namorados: Um livro que tenha um romance de tirar o fôlego.
diário de uma paixão

Diário de uma Paixão – Nicholas Sparks (e A Teoria de Tudo – Jane Hawking *)
A história começa no início de outubro de 1946 quando dois jovens, Noah Calhoun e Allison Nelson, se conhecem e se apaixonam perdidamente. Tudo parece perfeito, quando a família de Allie a impede de continuar a vê-lo devido a enorme diferença de classe social entre os jovens. Allie e Noah, lutam para levar uma vida normal, mesmo estando distantes. Até que um artigo de jornal muda tudo e reacende um amor há 14 anos adormecido.

Essa foi difícil. Já gostei bastante de livros de romance, mas hoje em dia não é mais meu gênero preferido. Ainda mais “romance de tirar o fôlego”.

* Na verdade minha primeira opção seria A Teoria de Tudo, mas como já mencionei esse livro no mês de abril, decidi incluir outro livro para junho.

7. JULHO – Mês do inverno: Um livro com capa em tons de frio.
jardim de inverno

Jardim de Inverno – Kristin Hannah
Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. No entanto, com a doença do  amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas.
A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história.
Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família… E mudará tudo o que elas pensam que são.

8. AGOSTO – Mês do desgosto: Um livro que você jamais leria de novo.
não se apega não e não se iluda não

Não se Apega, Não. / Não se Iluda, Não. – Isabela Freitas
Os dois livros são tão ruins que não consegui escolher um só. Parecem mais histórias de uma pré-adolescente da Capricho do que de uma mulher de 23 anos.

9. SETEMBRO – Mês da primavera: Um livro cuja capa tenha flores ou pássaros.
iracema

Iracema – José de Alencar
O romance conta o amor de um branco, Martim Soares Moreno, pela índia Iracema, a virgem dos lábios de mel. Entre guerras e conflitos, ciúmes e disputa de poder, a história desse amor proibido tem como pano de fundo a cultura indígena e a miscigenação do branco com o índio.

10. OUTUBRO – O único mês cujo nome inicia e termina com a mesma letra: Encontre um livro cujo título inicie e termine com a mesma letra.
orgulho e preconceito

Orgulho e Preconceito – Jane Austen
Na Inglaterra do final do século XVIII, as possibilidades de ascensão social eram limitadas para uma mulher sem dote. Elizabeth Bennet, de vinte anos, uma das cinco filhas de um espirituoso, mas imprudente senhor, no entanto, é um novo tipo de heroína, que não precisará de estereótipos femininos para conquistar o nobre Fitzwilliam Darcy e defender suas posições com perfeita lucidez de uma filósofa liberal da província. Lizzy é uma espécie de Cinderela esclarecida, iluminista, protofeminista. Neste livro, Jane Austen faz também uma crítica à futilidade das mulheres na voz dessa admirável heroína — recompensada, ao final, com uma felicidade que não lhe parecia possível na classe em que nasceu.

11. NOVEMBRO – O verão está chegando: Um livro que tenha amarelo ou laranja em sua edição (capa ou lombada).
morte súbita

Morte Súbita – J.K. Rowling
Quando Barry FairBrother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade de Pagford fica em estado de choque. A aparência idílica do vilarejo, com uma praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, esconde uma guerra. Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos, Pagford não é o que parece ser à primeira vista. A vaga deixada por Barry no conselho da paróquia logo se torna o catalisador para a maior guerra já vivida pelo vilarejo. Quem triunfará em uma eleição repleta de paixão, ambivalência e revelações inesperadas?

12. DEZEMBRO – Mês do Natal: Um livro que tenha verde ou vermelho em sua edição (capa ou lombada).
um conto de natal

Um Conto de Natal – Charles Dickens
O enredo  traz a figura de Ebenezer Scrooge, um avarento homem de negócios londrino, rabugento e solitário, que não demonstra um pingo de bons sentimentos e compaixão para com os outros. Scrooge não deixa que ninguém se aproxime e rompa a sua dura carapaça, preocupando-se apenas com os negócios, o dinheiro e os lucros. No anoitecer frio da véspera natalina, ele é visitado pelo fantasma de Jacob Marley (seu antigo sócio comercial, morto há sete anos) que o repreende e anuncia que Scrooge se prepare, pois será visitado por três espectros do seu próprio passado, presente e futuro… A história da redenção do velho Scrooge vêm comovendo adultos e crianças de todas as épocas.

É isso, pessoal. Espero que tenham gostado da TAG e da minha lista.
Sintam-se a vontade para responder a TAG e participar do Book Club no Facebook. 🙂

Até a próxima!

Anúncios

8 comentários em “Book Club: TAG 12 Meses na Estante

  1. Acho que alguém gosta de Jane Austen hehe
    Adorei as escolhas. Jardim de Inverno é tão lindo ❤
    Eu não gostei de Morte Súbita 😦
    Achei bem insosso. Não conseguiu me cativar e eu nem criei expectativas ou algo do tipo.
    Bjuxxxxx

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s